(lida em todas as missas e celebrações do dia 17 de outubro)

cabecalho

Caros Padres, Diáconos, Seminaristas, Religiosos, Religiosas, Ministros não ordenados, Agentes de Pastoral e demais fiéis leigos da Diocese de São Miguel Paulista,
Paz e Bem!

“A Igreja de Deus é convocada em Sínodo. O caminho, intitulado “Para uma Igreja sinodal: comunhão, participação e missão, iniciou solenemente nos dias 9-10 de outubro de 2021, em Roma, e hoje, 17 de outubro, em cada uma das Igrejas particulares” (Documento preparatório, 1).

Em comunhão com o Santo Padre, o Papa Francisco, e com a Igreja Católica presente em todos os cinco continentes, a nossa Diocese de São Miguel Paulista, em missa presidida pelo Bispo Diocesano, na Catedral de São Miguel Arcanjo, às 9horas no dia 17 de outubro de 2021, abre solenemente a fase diocesana do Sínodo dos Bispos. Em todas as paróquias se celebra nesta intenção, neste domingo, expressando assim a unidade da nossa Diocese.

Convocada pelo Papa Francisco, a Igreja começa a vivenciar o processo sinodal a partir das bases, das comunidades, das paróquias, das congregações religiosas, das pastorais, dos movimentos e das associações, atingindo toda a Diocese.

“Um à escuta dos outros; e todos à escuta do Espírito Santo”. Escutar o Espírito na adoração e na oração. O Sínodo descentralizado tem por objetivo tornar possível uma verdadeira escuta do povo de Deus e envolver todos os batizados, nos diferentes níveis da vida eclesial.

Em reunião da Coordenação Diocesana de Pastoral, realizada no último dia 14 de outubro, foi refletido o documento preparatório ao Sínodo dos Bispos e a Coordenação Diocesana de Pastoral assumiu como Comissão Animadora do Sínodo na Diocese de São Miguel Paulista, tanto na fase formativa quanto na motivação do processo de escuta. O articulador de todo o processo e responsável pelo recebimento das contribuições e seu encaminhamento para a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil será o Padre Ademir José de Souza.

Para facilitar a participação de todos neste processo sinodal, a Secretaria do Sínodo enviou um texto preparatório acompanhado de um questionário e um vade-mécum com as propostas para a realização da consulta. Esses subsídios estão disponibilizados clicando nos respectivos ítens acima.

Transcrevo aqui alguns trechos da palavra do Papa Francisco, no momento de reflexão que precedeu a solene abertura do Sínodo dos Bispos, em 09 de outubro último, e que deve nos orientar na vivência deste momento especial de nossa Igreja.

 O Papa convidou “a viver este Sínodo no espírito da ardente oração que Jesus dirigiu ao Pai pelos seus: “Para que todos sejam um”. É a isto que somos chamados: à unidade, à comunhão, à fraternidade que nasce de nos sentirmos abraçados pelo único amor de Deus.”

Comunhão, Participação e Missão três palavras-chave do Sínodo. “Comunhão e missão são expressões teológicas que designam o mistério da Igreja. Através destas duas palavras, a Igreja contempla e imita a vida da Santíssima Trindade, mistério de comunhão ad intra e fonte de missão ad extra.” A terceira palavra é “participação”. “A participação é uma exigência da fé batismal”.

O Papa Francisco concluiu fazendo votos que “este Sínodo seja um tempo habitado pelo Espírito Santo, pois é do Espírito que precisamos, da respiração sempre nova de Deus, que liberta de todo fechamento, reanima o que está morto, solta as correntes e espalha a alegria. O Espírito Santo é Aquele que nos guia para onde Deus quer, e não para onde nos levariam as nossas idéias e gostos pessoais”.

Meus irmãos e minhas irmãs, estamos vivendo um momento único em nossa Igreja, momento de graça, um verdadeiro Kairós. Vamos nos desarmar. Vamos abrir nossos corações para Deus e para os irmãos e nos deixarmos surpreender pelo Espírito Santo que sopra onde quer e como quer. É isto que nos pede o caminho sinodal. O primeiro passo é assumir a necessidade de uma conversão pastoral que deve começar pela mudança de cada um de nós. Em um processo sinodal caminhamos juntos, lado a lado – reciprocidade na escuta, verdadeiro diálogo.

Confiemos todo o processo Sinodal em nossa Diocese à proteção materna de Nossa Senhora da Penha, à intercessão de nosso padroeiro São Miguel Arcanjo e que desça sobre todos nós a benção de Deus: Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.


Dom Manuel Parrado Carral
Bispo Diocesano de São Miguel Paulista
(acesse a mensagem oficial, assinada, aqui)