Campanha da Fraternidade de 2017

Tema: Fraternidade: Biomas brasileiros e defesa da vida
Lema: “ Cultivar e guardar a criação” (Gn 2,15)

A Campanha da Fraternidade de 2017, na continuidade da CF/2016: “Casa Comum nossa responsabilidade” e na direção indicada pela carta encíclica do Papa Francisco Laudato Si, nos propõe, para a quaresma de 2017, refletir o tema: ‘Fraternidade: Biomas brasileiros e defesa da vida’iluminado pelo lema: “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2,15).

Que são biomas? Biomas são conjuntos de ecossistemas, terrestres e aquáticos, com características semelhantes dispostos em uma mesma região e que, historicamente, sofreram as mesmas influencias nos processos de formação. São lugares que Deus criou especialmente para as espécies que ali podem viver e conviver. No Brasil distinguimos seis (06) biomas: Bioma Amazônico, Bioma da Caatinga, Bioma do Cerrado, Bioma da Mata Atlântica, Bioma dos Pampas e Bioma do Pantanal.

Exorto os fiéis a refletirem o tema da Campanha da Fraternidade durante os exercícios quaresmais, nos grupos de oração, nos círculos bíblicos, nos encontros das pastorais e movimentos, e a contemplarem em cada bioma o amor de Deus Trindade que se transborda na criação. Em cada bioma, com carinho de Pai, Deus colocou todos os elementos necessários para a sobrevivência dos seres que ali vivem. Infelizmente, o homem em sua ação depredatória, em busca de poder e riquezas,no decorrer da história e, de forma mais devastadora, em nossos dias,comprometeu o equilíbrio dos biomas e consequentemente a qualidade de vida na região.

O Papa Francisco escreve: “Não podemos defender uma espiritualidade que esqueça Deus todo-poderoso e criador. Neste caso, acabaríamos por adorar outros poderes do mundo, ou colocar-nos-íamos no lugar do Senhor chegando à pretensão de espezinhar sem limites a realidade criada por Ele. A melhor maneira de colocar o ser humano no seu lugar e acabar com a sua pretensão de ser dominador absoluto da terra, é voltar a propor a figura de um Pai criador e único dono do mundo; caso contrário, o ser humano tenderá sempre a querer impor à realidade as suas próprias leis e interesses”. (Laudato Si – 75)

Celebrando o Ano Mariano, peçamos a intercessão de Maria, a Mãe Aparecida, para que nesta quaresma, iluminados pelo lema da Campanha da Fraternidade “Cultivar e guardar a criação”, realizemos uma verdadeira mudança de atitudes, uma metanóia para que este canto se torne realidade:

Que entre nós cresça uma nova ecologia (cf LS, cap.IV),
onde a pessoa, a natureza, a vida, enfim,
possam cantar na mais perfeita sinfonia
ao Criador que faz da terra o seu jardim.


Dom Manuel Parrado Carral

22º Encontro Ampliado das Pastorais do SP2

2017 02 SP2 3

No último dia 18 de fevereiro, sábado, aconteceu na Cúria Diocesana de Santo Amaro, das 8h às 13h30, o 22º encontro ampliado das pastorais do Sub-Regional SP2 da CNBB, com a participação dos Bispos, Padres Coordenadores Diocesanos de Pastoral, Padres Assessores e leigos coordenadores das pastorais das oito Dioceses que compõem a Sub-Região SP2: Campo Limpo, Guarulhos, Mogi das Cruzes, Osasco, Santos, Santo Amaro, Santo André e São Miguel Paulista.

2017 02 SP2 2

Esta manhã de estudo, reflexão e troca de experiência contou com a assessoria do Monsenhor Antônio Luiz Catelan Ferreira, assessor da Comissão Episcopal para a Doutrina da Fé da CNBB, que desenvolveu o tema: “Desafios da Pastoral de Conjunto no ambiente urbano”.

2017 02 SP2 1

Após a oração da Hora Média, presidida por Dom Edmilson, presidente do SP2, Dom José Negri, bispo de Santo Amaro, acolheu a todos e a seguir Mons. Joaquim, secretário do SP2, passou a palavra para o assessor que, após desenvolver o tema proposto, apresentou duas questões a serem refletidas e respondidas nos oito grupos que foram formados: 1. Como, a partir das considerações apresentadas pelo assessor, a Igreja pode fazer-se mais presente no ambiente urbano? 2. Como implantar a pastoral de conjunto na Pastoral Urbana? Após a apresentação dos trabalhos dos oito grupos em plenária, Mons. Antônio Luiz fez uma síntese e conclusão dos trabalhos. Dom Edmilson agradeceu a todos e encerrou o encontro com a oração e convite para o almoço.

Abertura do ano letivo do Instituto de Teologia

2017 02 AberturaAnoLetivo1

No dia 14 de fevereiro, às 20h, no Instituto de Teologia São Miguel deu-se a abertura do ano letivo de 2017 com a presença do bispo diocesano, Dom Manuel Parrado Carral, do diretor e membros do corpo docente e dos alunos. A aula inaugural foi proferida por Dom Paulo Antonino Mascarenhas Roxo, Bispo Emérito de Mogi das Cruzes. Dom Paulo discorreu sobre a importância do estudo da Teologia para o laicato católico para aprimorar sua participação na vida da Igreja. Neste ano o Instituto conta com 23 alunos no terceiro ano, 33 alunos no segundo ano e 64 alunos no primeiro ano.

2017 02 AberturaAnoLetivo2

Diocese ordena diáconos

2017 02 Ordenacao2

Em celebração Eucarística presidida por Dom Manuel Parrado Carral, na Catedral de São Miguel Arcanjo, no dia 11 de fevereiro, memória de Nossa Senhora de Lourdes, às 9h30, foram ordenados diáconos para a Diocese os seminaristas Diego Nascimento Silva e Leandro Ferreira Domingos. A Diocese acolheu com alegria padres, diáconos, seminaristas e grande número de fiéis que vieram de nossas comunidades paroquiais e de outras dioceses.

2017 02 Ordenacao1

Em sua homilia o bispo diocesano discorreu sobre as leituras, sobre o ministério dos diáconos e refletiu sobre os lemas escolhidos pelos ordenandos: Diácono Diego Nascimento Silva: “Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao Teu nome dá glória, por teu amor e tua verdade”. (Sl 113); Diácono Leandro Ferreira Domingos: “Em tuas mãos, Senhor, como barro nas mãos do oleiro”. (Jr 18,6)

Abertura do Ano Formativo

Após o período de férias, os seminaristas de nossa Diocese fizeram uma semana de convivência precedendo o ano formativo que se iniciou no dia 06 de fevereiro com as aulas na Faculdade Paulo VI. No dia 07, às 17h00, Dom Manuel abriu oficialmente o Ano Formativo da Diocese presidindo a Santa Missa Votiva de Nossa Senhora, Mãe da Igreja, na capela do Seminário Diocesano.

2017 02 seminario

Participaram os seminaristas do Curso de Filosofia, de Teologia e da Casa do Propedêutico juntamente com os formadores. Em sua homilia o Bispo Diocesano acolheu a todos, manifestou a alegria de estar iniciando um novo ano formativo e lembrou a seriedade com que devem ser assumidos os compromissos de estudo e pastoral destacando a importância da espiritualidade, da formação humano-afetiva e da vida comunitária. Todo este processo deve ser acompanhado da “Alegria do Evangelho” para que o mundo creia.