“Enviados pelo Espírito Santo (...) começaram a anunciar a Palavra de Deus...” (At 15,4-5): sob a inspiração desta passagem dos Atos dos Apóstolos, como povo de Deus na Diocese de São Miguel Paulista, a partir de 02 de fevereiro de 2015, portanto há três anos, iniciamos uma nova fase em nossa caminhada pastoral, atentos aos apelos do Espírito do Ressuscitado que nos impele a “sair da própria comodidade e ter a coragem de alcançar todas as periferias que precisam da luz do Evangelho" (EG 20)

Providencialmente, neste Ano Nacional do Laicato com o tema Cristão leigos e leigasa sujeitos na "Igreja em saída", a serviço do Reina e o lema "Sal da terra e luz do mundo" (Mt 5, 13-14) somos convocados a nos debruçarmos sobre a poposta de ação pastoral aprovadas na Assembleia Diocesana de 24 de outubro de 2014 e explicitadas no 6º Plano Diocesano de Pastoral, e confrontá-las com nossa prática pastoral evengelizadora dos últimos três ans em um sério proesso de avaliação.

Exorto a todos os agentes de pastoral de nossas paróquias, aos membros das pastorais, movimentos e associações paroquiais que se envolvam neste processo avaliativo participando da assembléia paroquial. Retomem o 6º plano diocesano de pastoral em sua segunda parte. Releiam as cinco urgências e suas prioridades, refletindo e avaliando sua prática: 1ª Urgência "Igreja em estado permanente de missão" e a prioridade A VISITAÇÃO MISSIONÁRIA; 2ª Urgência "Igreja casa da iniciação à vida cristã" e a prioridade A CATEQUESE PERMANENTE; 3ª Urgência "Igreja lugar de animação bíblica da vida e da pastoral” e a prioridade A BÍBLIA; 4ª Urgência "a Igreja comunidade de comunidades" e a prioridade A RENOVAÇÃO DAS ESTRUTURAS PAROQUIAIS; 5ª Urgência "Igreja a serviço da vida plena para todos" e a prioridade A PASTORAL SOCIAL (cf. pags. 23 a 36 do 6º Plano Pastoral).

“Ó Trindade Santa, Amor pleno e eterno, que estabelecestes a Igreja como vossa ‘imagem terrena’: Nós vos rogamos que todos contribuam para que os cristãos leigos e leigas compreendam sua vocação e identidade, espiritualidade e missão, e atuem de forma organizada na Igreja e na sociedade à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres.

Que a Virgem Maria, Nossa Senhora da Penha, nos acompanhe neste processo de avaliação que confio à proteção de nosso padroeiro diocesano São Miguel Arcanjo. Que ele nos defenda e nos proteja contra todo desânimo e acomodação. Amém

Dom Manuel Parrado Carral