Desde o falecimento do Pe. Antônio Carlos da Silva, no dia 27 de abril, vítima da Covid-19, os padres do setor Ermelino Matarazzo, junto ao bispo diocesano, Dom Manuel Parrado Carral, estavam se revezando para atender a Paróquia.

PADRE.ROGERIO.2

Na noite no dia 21 de junho, quando a Igreja celebrou a memória litúrgica de São Luiz Gonzaga, a Paróquia de São Pedro Apóstolo, do setor Ermelino Matarazzo, no Conjunto Pedro Nunes, acolheu o seu novo pároco: o Pe. Rogério Arcanjo Matos, que até então era vigário paroquial na Catedral de São Miguel Arcanjo. A celebração aconteceu seguindo todas as normas de distanciamento social e, por isso, contou com número representativo de padres, diáconos e, sobretudo, de fiéis que, com alegria, deslocaram-se até a igreja para acolher seu novo pastor. Muitos irmãos e irmãs da Catedral também marcaram presença, na tentativa de fazer sua última demonstração de amor e de carinho ao Pe. Rogério que, por anos, ali trabalhou, seja como leigo, como diácono permanente e, nos últimos anos, como presbítero.

PADRE.ROGERIO.1

A celebração foi presidida pelo nosso bispo diocesano, Dom Manuel Parrado Carral, que fez o rito de posse canônica já no início da santa missa, que consiste na leitura da nomeação da provisão de pároco, que foi feita pelo Pe. Lealdo Dantas, vigário geral adjunto; e também na profissão de fé e no juramento de fidelidade do novo pároco, seguido pelas assinaturas de todos os documentos previstos.

PADRE.ROGERIO.3

A homilia foi proferida pelo Diretor do Instituto de Teologia São Miguel e pároco da Paróquia do Divino Espírito Santo, do setor Cidade Líder, Pe. Claudio Francisco de Oliveira, que partindo da leitura do livro do Gênesis, sobre a vocação de Abrão, lembrava ao Pe. Rogério que, a partir daquele momento, ele também era convidado a ser pai do povo que lhe estava sendo confiado pelo ministério do bispo diocesano. Antes da bênção final, Pe. Rogério fez seu agradecimento à comunidade que o acolhia, aos padres presentes e ao bispo diocesano que, em seguida, também fez memória do Pe. Antônio Carlos e, ao mesmo tempo, motivou a comunidade a se abrir ao novo. "O novo sempre nos causa um certo medo; uma certa insegurança. No entanto, acolham bem ao Pe. Rogério: é um padre acolhedor, que sabe ouvir e dialogar", exortou. Ao final da santa missa, foi lida uma mensagem de agradecimento ao Pe. Rogério.

Rezemos pelo novo pároco, Pe. Rogério, e pela Paróquia de São Pedro, para que o Senhor sempre os assista em sua missão e ambos continuem, com vigor, a missão evangelizadora.

Fotos: Pascom da Paróquia de São Pedro Apóstolo