DSC00927 

Depois da divulgação do 5º Plano Diocesano de Pastoral feita com os padres, os coordenadores diocesanos de pastorais e movimentos, as religiosas, os catequistas de crisma e os coordenadores dos ministros não ordenados das nossas paróquias, Dom Manuel Parrado Carral presidiu a Eucaristia nos seis setores pastorais da Região Episcopal São Miguel, encerrando a divulgação do Plano de Pastoral nos 14 Setores Pastorais que compõem as 3 Regiões Episcopais, com exceção do Setor Pastoral da Cidade Tiradentes que será no próximo dia 10 de julho, abrindo a Visita Pastoral àquele Setor.

Iniciou pelo Setor Pastoral São Miguel, no dia l5 de junho, que reuniu os padres e as lideranças leigas na Igreja Matriz de Santa Luzia. No dia 16 foi a vez do Setor Pastoral Ponte Rasa, na Paróquia de Nossa Senhora de Fátima. O Setor Pastoral Jardim Helena acolheu a todos na Paróquia de Nossa Senhora Aparecida, no dia 17 de junho, com grande participação.

DSC00957           
DSC03571

Na última semana de divulgação do Plano nos Setores, Dom Manuel celebrou a Eucaristia no Setor Itaim Paulista, no dia 22 de junho, quando os representantes das paróquias foram acolhidos na Paróquia de São Marcos. No dia 24, foi a vez do Setor Pastoral Silva Telles que a todos acolheu na Paróquia do Cristo Ressuscitado. O último Setor a receber a divulgação foi o Setor Pastoral Ermelino Matarazzo, com celebração Eucarística presidida pelo Bispo e concelebrada pelos padres do Setor na Paróquia de São Francisco de Assis, no dia 25 de junho.

Nestas celebrações eucarísticas Dom Manuel, apresentou o conteúdo do 5º Plano Diocesano de Pastoral, lembrou a todos que esse momento tinha como objetivo devolver às lideranças pastorais o resultado elaborado de todo o processo de construção do 5º plano diocesano.


Foram celebrações marcadas pelo espírito de comunhão e participação, em cada Setor Pastoral. Cabe agora às paróquias realizarem a última etapa da divulgação que consiste em:

Cada paróquia deve programar um momento celebrativo para apresentar o Plano às lideranças 
  pastorais;
 

Organizar o estudo do Plano nos diversos grupos de pastorais, movimentos, associações, ministros e 
  outras equipes de serviço;

 

A partir do estudo, levantar formas de trabalhar o Plano nas suas prioridades, adaptando-as à 
  realidade de sua Paróquia.