domclaudio2Cardeal Dom Cláudio Hummes pede discípulos e missionários 
para a Igreja

O 16º Congresso Eucarístico Nacional, que acontece em Brasília desde o dia 13 de maio, tem seu encerramento neste domingo, 16, com a celebração da Santa Missa presidida pelo enviado especial do Papa e Prefeito da Congregação para o Clero, o Cardeal Dom Cláudio Hummes.

No início da celebração, quatro canhões do Exército foram disparados pela Bateria Caiena com uma salva de 12 tiros. Fuzileiros navais, vestidos com uniforme histórico, posicionaram-se no corredor do altar-monumento para a entrada dos bispos.

Durante a homilia, Dom Hummes pronunciou-se aos cerca de 90 mil participantes que o Congresso Eucarístico dizendo que a Eucaristia é a fonte de vida do cristão. “Neste Congresso, pedimos a Deus a consciência para sermos, pela Eucaristia, seus discípulos para que possamos, também, ser seus missionários”. Sobre a participação constante dos fiéis na celebração da Santa Missa, o cardeal ressaltou que é preciso que a missão renove nos fiéis a observância da importância da Missa aos domingos para que possam viver a comunhão e compartilhar da vida comunitária da Igreja.

Hoje, dia da Assunção do Senhor, foi lembrado por Dom Cláudio quando Jesus reuniu seus discípulos para lhes dar instruções antes de subir para junto do Pai. “É preciso que diante de Jesus Cristo, nos deixemos enviar em missão. E essa nova missão terá como destaque aqueles que não são cristãos e também os batizados que abandonaram a sua fé ou deixaram a Igreja em busca de outras religiões. Precisamos ir em busca destes.” O Cardeal ainda acrescentou: “É pela fé e pelo batismo que se ingressa na salvação. E a fé nasce da pregação, por isso todo ser humano tem o direito de ouvir o Evangelho, pois Cristo nos enviou para todos”.

Encerrando este evento, Dom Cláudio citou o tema do Congresso Eucarístico e pediu: “Fica comigo, Senhor!”. Ele também explicou que essas palavras tem significado grande para este dia devido às atuais situações enfrentadas pela Igreja.

Agradecimentos

Despedindo-se, o Cardeal disse sentir-se esperançoso e enviou uma mensagem de saudação de amor a todos: “Deus quer contar com cada um, para que façam a sua parte na missão. Assim, a Igreja no Brasil será florescente.”

Tomando a palavra, o presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Geraldo Lyrio Rocha, agradeceu por todo zelo e toda atenção dedicada aos bispos e sacedotes durante este tempo do encontro.

O Arcebispo de Belém do Pará (PA), Dom Alberto Taveira Corrêa, anunciou, oficialmente, que a realização do 17º Congresso Eucarístico será em Belém; ele agradeceu a confiança da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e pelo carinho da CNBB em nome da arquidiocese da capital do Pará (PA). Dom Alberto também aproveitou a ocasião para convidar a todos para estarem em Belém no próximo Congresso que acontecerá em 2015.

O presidente do 16º Congresso Eucarístico Nacional e Arcebispo de Brasília, Dom João Braz de Aviz, agradeceu às autoridades que colaboraram para que esse Congresso acontecesse. Agradeceu também a toda equipe que trabalhou durante 3 anos na organização deste congresso. Os agradecimentos do arcebispo também se estenderam às emissoras católicas que fizeram a cobertura do encontro.

Dom João fez uma homenagem ao Papa Bento XVI, na pessoa de Dom Cláudio, presenteando Sua Santidade com a imagem de Nossa Senhora Aparecida que veio da cidade de Aparecida (SP) para a abertura do evento. Ao próprio Dom Cláudio Hummes, o arcebispo de Brasília entregou uma réplica do altar-monumento e símbolo do Congresso.

Dom Cláudio Hummes agradeceu ao Santo Padre por permitir que ele viesse ao Brasil participar deste encontro e, assim, poder rever seus irmãos bispos e sacerdotes; além de presenciar esta festa que a Igreja preparou em Brasília e poder compartilhar deste momento de encontro da Igreja com os fiéis.

Com o encerramento da Santa Missa, dois helicópteros sobrevoaram o local do evento jogando pétalas de rosas sobre os participantes.

Brasília, 16 de maio de 2010.

Fonte: CN